Entrevistas

“Anjos Não Têm Cópia”: A união e amizade entre três fãs de Gustavo Mioto

Ana Larisse, Luzilene Oliveira e Thaís Aguiar contam ao Festanejo sobre a experiência de acompanhar a carreira do astro

Foi com seis anos de idade que Gustavo Mioto aprendeu os primeiros acordes musicais. E com apenas 10 anos compôs sua primeira música, intitulada “É Você Quem Vai Chorar”. Com um talento crescente e contagiante, o jovem viajou pelo Brasil como Crooner da banda Oxigênio, de São José do Rio Preto, cidade onde nasceu.

O projeto “Fora de Moda”, primeiro álbum do cantor, nasceu em 2012. Mas foi a canção “Eu Gosto de Você”, parceria com Claudia Leitte, gravada em 2014, a responsável em apresentar Mioto para o publico em geral.

O DVD “Ciclos” veio no ano seguinte, em 2015, com a faixa “Lembra”. A canção alcançou o primeiro lugar nas paradas de sucesso e firmou Gustavo como um dos talentos sertanejos mais promissores da geração.

As melodias encantadoras foram as responsáveis por conquistar as fãs Ana Larisse e Luzilene Oliveira, do Ceará, e Thaís Aguiar, de São Paulo. O trio faz parte da página @portalgustavomioto ao lado de Milena Batista, de Minas Gerais, e Jad Nogueira de São Paulo. As admiradoras conversaram com o Festanejo sobre o amor por Gustavo Mioto e a dedicação no fandom.

Há quanto tempo vocês são fãs do Gustavo Mioto? Como cada uma conheceu o trabalho do cantor?

Ana: A primeira lembrança que tenho dele é de ter visto o clipe de “3 da Manhã”, mas não o conhecia. Conheci de fato na “Impressionando os Anjos”, e fui ao primeiro show em 2018. Desde então acompanho sua carreira.

Lu: Conheci o trabalho dele em 2013, através de um clipe, depois disso sempre ouvi suas músicas, mas o acompanho mesmo desde 2017.

Thais: O conheci através da divulgação de um clipe na TV em meados de 2012, mas comecei a me interessar mais pelas músicas em 2018. Porém, comecei a acompanhar mesmo durante a pandemia, no início de 2020.

Qual a maior loucura que já fizeram pelo cantor?

Ana: Nunca fiz nenhuma grande loucura, no máximo viajar pra lugares distantes para ir ao show, mas loucura mesmo, não fiz.

Lu: Das coisas que fiz, não considero nenhuma delas grande loucura.

Thais: Nunca fiz nenhuma loucura.

Se pudessem passar 24 horas ao lado do Gustavo, o que fariam?

Ana: Eu não sei kkkk acho que eu iria querer saber de episódio dos bastidores de algumas situações. Gosto muito de saber como as coisas foram criadas, idealizadas, a partir de que ideia.

Lu: Gostaria de acompanhar os bastidores de algum show ou gravação e conversar sobre diversos assuntos.

Thais: Eu acredito que perguntaria sobre bastidores, para saber como as coisas realmente acontecem, também saber a história de algumas músicas. E muito provavelmente ia querer fofocar. KKKKK

Confira também: Gustavo Mioto manda recado para a amada em “Não Parei De Sofrer”

Para você, o que difere o Gustavo Mioto de outros cantores sertanejos?

Ana: Em minha opinião, o Gustavo é realmente muito preocupado com a sua arte. Vejo que ele tem muito cuidado e atenção para que sua letra possa atingir desde a criança até os avós dela, sem muita restrição. Acho que é um importante diferencial hoje em dia.

Lu: A voz do Gustavo é singular. O fato de se envolver totalmente em todos seus projetos, além de ser um excelente cantor, ele também compõe e toca alguns instrumentos, o considero um artista completo. Também gosto bastante de sua personalidade e por ser tão carinhoso e atencioso com os fãs pessoalmente.

Thais: O que mais me atrai no trabalho do Gustavo é saber que ele está envolvido em todas as etapas dos projetos, desde as composições, e acredito que isso é primordial para que o trabalho traga a identidade do artista. Além de gostar da personalidade dele, pois me identifico em alguns pontos.

Qual música dele tem mais significado para cada uma? Por quê?

Ana: Eu não consigo escolher uma só. Gosto muito de “Com ou Sem Mim”, por ter sido um grande sucesso, e eu ter podido estar presente na gravação, ver ela nascendo. Gosto muito dela e de tudo que a envolve.

Lu: Não que tenham um maior significado, mas “Impressionando os Anjos” e “Anjos Não Têm Cópia” são as que mais me emocionam. Têm várias que me tocam de maneiras diferentes.

Thais: Gosto de várias, mas se fosse para escolher apenas duas, seria “Contramão”, pois se tornou a minha favorita desde a primeira vez que escutei, e, com certeza “Impressionando os Anjos”, tanto pela história que a música traz, quanto pela mudança na carreira do Gustavo a partir daí.

Com qual artista vocês gostariam que o Mioto fizesse uma parceria?

Ana: Eu queria muito com a Marília Mendonça, mas ele já gravou, e vai sair o feat no seu novo álbum, então agora vou sonhar mais alto, quero um com John Mayer.

Lu: Felizmente, o Gustavo já fez parceria com diversos cantores que curto, mas ainda têm várias que eu gostaria que acontecesse, uma delas é com o Dilsinho.

Thais: Apesar de ter gravado várias parcerias, ainda há vários gêneros que ainda não gravou, como o pagode, que acredito que seria uma mistura interessante. Porém, o meu feat dos sonhos seria com o Maluma.

Da onde surgiu a ideia da página @portalgustavomioto?

A página surgiu da necessidade de ter um espaço voltado para notícias atualizadas sobre sua carreira, onde tivesse bastidores de shows, coisas nesse sentido, de aproximar ele do fã que não pode ir ao show. Gostamos muito dessa finalidade da página.

Instagram @portalgustavomioto

Já conheceram o artista pessoalmente? Como foi a sensação em vê-lo de pertinho?

Ana: Eu sim, mas só em shows, ainda não fui ao camarim, espero poder ir em breve. A sensação é maravilhosa, porque você se sente próxima, se sente parte de tudo, então ver ao vivo, é muito gratificante.

Lu: Já tive a oportunidade de abraçá-lo algumas vezes, foram momentos inesquecíveis, o Gustavo é um ser humano maravilhoso,sempre muito educado e carinhoso.

Thais: Ainda não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, mas pelo pouco contato que já tive, pelas redes sociais e relatos de outras pessoas, acredito que será incrível, e, espero que logo.

Existem vários fã-clubes de cada cantor. Acha que vivem em harmonia ou tem uma certa concorrência no bom sentido?

Ana: Falando da minha experiência pessoal no meio, conseguimos ficar em harmonia, apesar de haver discordância ou opiniões contrárias a outro fã-clube, mas se há o respeito a cada um, dá pra continuar com harmonia, considerando que a união só trará coisas boas ao artista.

Lu: Na vivência em coletividade é comum ter conflitos, então em alguns momentos acontecem algumas situações. Nada que fuja da normalidade.

Thais: Acredito que temos uma boa harmonia, porém deveríamos trabalhar melhor a união. Apesar de estar há pouco tempo no fandom, acho que os conflitos que presenciei foram normais, quando se trata da convivência de pessoas tão diferentes.

Qual a melhor parte em ser fã do Gustavo Mioto?

Ana: Hoje, a melhor parte além de ter a página e aprender um pouco sobre esse universo, é poder ter conhecido pessoas maravilhosas, as quais levarei para o resto da vida.

Lu: É gratificante poder acompanhar seu crescimento profissional e pessoal. Fico extremamente feliz por cada conquista dele. Sentir a reciprocidade entre ídolo e fã é algo indescritível. E também, através do fandom, pude conhecer pessoas incríveis.

Thais: Poder acompanhar as conquistas, a evolução na carreira e ver o cuidado dele com os fãs. Além das amizades, que provavelmente não conheceria se não fosse através dele.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *