“Sete mares” – a música que marcou a vida da fã de Matheus & Kauan

Evelyn Dure Dias contou ao Festanejo sobre sua dedicação à dupla sertaneja

Não são apenas os laços sanguíneos que unem Matheus Aleixo Pinto Rosa e Osvaldo Pinto Rosa Filho: a paixão pela música também conecta os irmãos. Desde cedo, o primogênito Kauan encantava a todos, com seu talento, na igreja onde cantava. Aos 10 anos de idade, conseguiu gravar o primeiro disco solo, com apenas quatro regravações de clássicos sertanejos.

Com 18 anos, durante o último ano do ensino médio, Kauan conquistou uma bolsa para estudar nos Estados Unidos, onde morou por um ano. Quando retornou ao Brasil, reencontrou o irmão, Matheus, com apenas 13 anos, cantando e compondo suas próprias canções. Foi quando Kauan percebeu que a parceria com o irmão poderia ir além do elo familiar.

Em 2010, formaram, oficialmente, a dupla Matheus & Kauan, que logo causou grande impacto no mercado sertanejo. Os músicos se destacaram não apenas por darem voz a diversos hits do gênero, mas também por serem autores de grandes sucessos de outros artistas.

De extrema importância para a consolidação do sertanejo universitário, Matheus & Kauan também possuem grande influência na vida da paulistana Evelyn Dure Dias, de 20 anos. A estudante de Publicidade e Propaganda contou ao Festanejo sobre a devoção que possui por uma das duplas sertanejas mais respeitadas do País.

Há quanto tempo você é fã de Matheus & Kauan?

O amor pela dupla se iniciou no ano de 2015. 

Como conheceu o trabalho da dupla?

Foi através da musica “Sete Mares”. Na época do lançamento, eu tinha, recentemente, perdido meu irmão, então a música me tocou de uma forma muito forte. E logo em seguida foi pesquisar mais sobre a dupla.

Qual a maior loucura que você já fez pelos cantores?

Faltei no serviço, viajei para o show no interior de São Paulo e tinha avisado aos meus chefes que iria a um casamento. Pediram para ver fotos, aí mostrei as do casamento da minha prima, que tinha acontecido anos atrás.

Sua família e amigos te apoiam nessas aventuras de fã?

Sim. Meus amigos e família incentivam e, às vezes, vão aos shows comigo. 

Se pudesse passar 24 horas ao lado da dupla, o que você faria?

Faria de tudo para eles se sentirem à vontade, sem fotos, sem vídeos, apenas curtir a presença deles. Tentar ao máximo criar um vínculo, até mesmo de amizade por um dia. Mas gostaria que eles cantassem minhas músicas preferidas e músicas que já não fazem parte do repertório deles. 

Para você, o que difere Matheus & Kauan de outras duplas sertanejas?

O carinho que sentem pelos fãs. Eles sempre fazem o possível para os fãs participarem de tudo e estarem mais próximos. 

Qual música deles tem mais significado para você? Por quê?

“Sete mares”, porque marcou o início de tudo e me fez me apaixonar pela dupla. Ouvir a música me trás boas lembranças e me deixa nostálgica. 

Como é acompanhar a evolução e as diversas fases da dupla?

É uma mistura de orgulho, por ver aonde eles chegaram e o que conquistaram, e ao mesmo tempo saudades do início.

Como surgiu o News Matheus & Kauan?

Surgiu em 2016, sou fã de outros artistas e sempre participei de fã site. E quando entrei pro fandom do Matheus & Kauan, quis criar o meu próprio fã site. 

Existem vários fã-clubes de cada cantor. Acha que vivem em harmonia ou tem uma certa concorrência no bom sentido?

É claro que às vezes acontecem alguns conflitos, mas acredito que devemos respeitar acima de tudo. Cada um sente o amor e vai defender seu ídolo. Sempre que possível, fazemos parcerias em votação e projetos, é uma forma de buscar também a harmonia. 

Qual a melhor parte em ser fã de Matheus & Kauan?

É saber que eles sempre vão estar presentes em minha vida mesmo de longe. É saber que o amor é recíproco! 

COMPARTILHE

5 Comments on "“Sete mares” – a música que marcou a vida da fã de Matheus & Kauan"

  1. Amei participar! 😍

  2. Aí que tudo ,eu vejo esse amor de perto .coloca um Matheus e Kauan aí Elivyn ❤😂!!!

  3. Atrasou Evelyn ❤️❤️

  4. Arrasou ❤️❤️❤️

Leave a comment

Your email address will not be published.


*