Lançamentos

Lauana Prado e o Grupo 3030 apostam na mistura de hip-hop e sertanejo em “Refém”

Música está disponível nas plataformas digitais e ganhou um videoclipe no YouTube

O 3030, composto por LK, Bruno Chelles, Rod, lança “Refém” ao lado de Lauana Prado. O single conta ainda com um clipe disponível no canal de YouTube dos artistas. 

Conhecido por misturar vários ritmos e gêneros musicais nas suas músicas ao longo dos anos e buscando encontros exóticos e inesperados, o grupo investiu agora no sertanejo, algo inédito na carreira.

“Nossa meta como grupo de rap sempre foi trazer um hip hop nacional que misture o rap com ritmos brasileiros, então a gente já misturou desde samba, pagode, funk e outros ritmos também que não são especificamente brasileiros, tipo música eletrônica e por aí vai e a gente tinha um objetivo há bastante tempo de fazer uma mistura do rap com sertanejo. Estávamos buscando essa música, buscando essa química e quando fizemos essa música, pensamos na Lauana e que essa seria a junção perfeita para conseguirmos fazer essa mistura entre o rap sertanejo”, explicou o trio.

Confira também: Lauana Prado revela que estava desistindo da carreira quando participou do The Voice Brasil

“Apesar do 3030 e a Lauana virmos de universos musicais diferentes, temos mais ou menos o mesmo pensamento quanto a nossa arte, que é levar amor, luz e alegria para as pessoas. Essa parceria foi perfeita pra fazer essa junção e esperamos que todo mundo goste”, afirma o grupo.

O 3030 é originalmente do rap, mas já transitou por vários gêneros musicais, entre eles a bossa nova e o forró. Além do hip-hop, o trio se caracteriza pela influência musical do MPB, samba e jazz em suas composições.

 “Gravar com o 3030 foi uma experiência muito interessante, muito bacana. Eu que sou muito fã do trabalho dos meninos, já ouço as músicas deles há muito tempo e quando eles me convidaram, não pensei duas vezes em fazer esse feat acontecer”, contou Lauana.

“Eu amei essa faixa logo de cara, ela fala sobre um amor louco, um amor desmedido, mas ao mesmo tempo real, que as pessoas vivem de fato. Foi muito bacana a gente misturar sonoridades, ter um pouco de mim ali, do meu sertanejo e ter a musicalidade incrível e impecável dos meninos, é realmente uma experiência incrível. Amei muito participar e estou muito feliz e ansiosa para poder mostrar para todo Brasil e para o mundo a nossa canção”, declarou a sertaneja.

Assista “Refém”:

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.