Notícias

Gabriel e Almir Sater emocionam o público sertanejo em cena de Pantanal

Filho de Almir Sater interpreta o personagem Trindade, papel do artista na primeira versão da novela

O remake da novela Pantanal, da TV Globo, está dando o que falar. Na segunda-feira (9), o público se emocionou quando Gabriel Sater contracenou com Almir Sater, seu pai.

Almir foi o violeiro Trindade na primeira versão da novela, exibida em 1990. Agora, o filho Gabriel é quem interpreta o personagem. Os dois surgiram juntos em uma cena onde Trindade e Eugênio, novo personagem de Almir, se encontram e tocam viola.

“É uma emoção incomparável. Essa conjunção de fatores acho que não acontecerá duas vezes em minha vida. Meu pai é a minha maior referência”, celebrou Gabriel em entrevista ao site Na Telinha.

“Trindade é uma grande homenagem do Benedito Ruy Barbosa, e agora do Bruno Luperi, ao folclore brasileiro, ao encantamento da viola e violeiros, à música do Brasil tão profundo. Trindade chega para compor, no galpão dos peões, construir uma boa química musical com Tibério (Guito) e também com Eugênio (Almir Sater), e para amedrontar seus amigos falando e intuindo coisas que ninguém mais sente”, explicou Gabriel ao site.

Confira também: Espaço das Américas passa a se chamar Espaço Unimed

Em coletiva de imprensa sobre a trama, Gabriel contou ao Jornal Extra que a relação com o pai ficou mais próxima ao começarem a trabalhar juntos.

“Minha relação com meu pai sempre foi muito próxima. Mas agora está ainda mais. Ele fica aqui me perguntando sobre a cena de ontem, a que vou fazer amanhã… Quando soube da novela, antes mesmo de fazer o teste, eu passei a investigar o meu pai ainda mais, as histórias que ele contava da época e tentando absorver todas as curiosidades”, declarou.

Para viver o personagem, o ator precisou aprender a tocar viola, o que ele considera o maior desafio no trabalho.

“O maior desafio foi o estudo da viola. Antes mesmo do teste, já fiquei mais próximo, só observando. Peguei conselhos, frases dele, sem que soubesse. Até porque já estava pensando: se eu não passar na novela, pelo menos vai ajudar na minha carreira musical. Felizmente, passei. Eu nunca quis tanto um personagem para a minha carreira, como quis agora o Trindade”, afirmou ao Extra.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.