Notícias

Morre o pai do sertanejo Bruno: “Meu herói”

Deusdedites Miranda, de 88 anos, morreu em decorrência de senilidade e hipertensão arterial

Nesta terça-feira (10), morreu Deusdedites Miranda, pai do sertanejo Bruno, dupla de Marrone. A morte ocorreu devido à senilidade e hipertensão arterial.

A informação foi confirmada pela assessoria da dupla à coluna de Leo Dias, do Metrópoles. Deusdedites tinha 88 anos.

“Com profundo pesar informamos o falecimento do Sr. Deusdedites Felix de Miranda, pai do cantor Bruno, da dupla com Marrone. O Sr. Deusdedites faleceu no início da tarde de hoje, na casa onde vivia em Goiânia. A causa da morte foi senilidade e hipertensão arterial. Há quase 10 anos ele sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) e deste então se encontrava acamado. Deusdedites Félix de Miranda deixa esposa, cinco filhos, onze netos e um bisneto”, declarou a equipe em comunicado.

Confira também: Guilherme & Santiago lançam a faixa “Amor de Emergência” com Bruno & Marrone

Nas redes sociais, Bruno publicou um vídeo cantando para o pai e o homenageou com um texto.

“Imagine que você está à beira-mar e vê um navio partindo. Você fica olhando, enquanto ele vai se afastando, cada vez mais longe, até que finalmente aparece apenas um ponto no horizonte. Lá o mar e o céu se encontram. E você diz: “Pronto, ele se foi. “Foi aonde? Foi a um lugar que a sua visão não alcança, só isso. Ele continua tão grande, tão bonito e tão imponente como era quando estava perto de você. A dimensão diminuída está em você, não nele. E naquele momento em que você está dizendo: “Ele se foi”, há outros olhos vendo-o aproximar-se e outras vozes exclamando com alegria: “Ele está chegando”. Que o senhor receba em seus braços! Meu Herói”, escreveu o cantor.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.