Notícias

Seis meses da morte de Marília Mendonça: Investigações estão paralisadas

Polícia Civil deve retomar o caso sobre o acidente que matou a sertaneja e mais quatro pessoas

Nesta quinta-feira (5), a morte de Marília Mendonça completa seis meses. A rainha da sofrência morreu em 5 de novembro de 2021, após o avião que a transportava para um show cair em Caratinga, Minas Gerais.

Na aeronave também estavam o tio de Marília, Abiceli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, e o copiloto Tarciso Pessoa Viana. O laudo médico oficial apontou que todos foram vítimas de politraumatismo, e que morreram com o impacto da queda do avião.

As investigações sobre as causas e responsáveis pelo acidente estão paralisadas há um mês, devido um impasse sobre quem deve estar à frente do caso, a Polícia Civil ou a Polícia Federal.

De acordo com o G1, a Polícia Civil interrompeu as apurações e acionou o Superior Tribunal de Justiça (STJ) para decidir quem será o responsável no trabalho.

Na semana passada, o ministro relator do STJ, Antonio Saldanha Palheiro, da Terceira Seção, decidiu que a Polícia Civil voltará a ser responsável pelas investigações.

Até a última quarta-feira (4), os autos do processo ainda não tinham sido entregues às autoridades em Minas Gerais para o andamento das investigações.

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.