Entrevistas

Israel & Rodolffo é a trilha sonora das loucuras de uma fã

Karolline Aguirre Sousa Carvalho conversa com o Festanejo sobre a admiração pelos cantores e a nova fase da dupla

Em um estúdio de gravação em Goiânia, Antônio e Juarez descobriram que os filhos tinham algo em comum: o talento para a música. Foi assim que o destino trabalhou para unir Israel Antônio Ribeiro e Rodolffo Matthaus da Silva Rios.

Os pais decidiram promover a carreira dos filhos como dupla. Começaram a se apresentar em pequenas festas, eventos políticos e escolas. Em 1999, ambos com 10 anos, os pequenos músicos gravaram o primeiro álbum, com quatro faixas inéditas, que nunca chegou a ser lançado.

Somente em 2011, os sertanejos lançaram o primeiro projeto, intitulado “Do Jeito Que Eu Queria”. O trabalho foi sucedido pelas gravações “Marca Evidente Ao Vivo”(2012), “Imprevisível Ao Vivo em Goiânia” (2013), “Terra do Pequi” (2013) e “Bem Apaixonado”(2014).  A vocação de Israel & Rodolffo chamou a atenção do mercado, fazendo com que a dupla entrasse para a Audiomix, maior escritório de gerenciamento artístico do país, em 2016.

Atualmente, a dupla experimenta outro tipo de visibilidade, com a participação de Rodolffo no Big Brother Brasil 21. Karolline Aguirre Sousa Carvalho, de Orizona, Goiás, e uma das donas da página Fc Bebe que Passa, conversou com o Festanejo sobre o novo momento dos astros, suas experiências como admiradora e a trajetória do cantor na casa mais vigiada do Brasil.

Há quanto tempo você é fã do Israel & Rodolffo? Como conheceu o trabalho da dupla?

Eu me lembro de que foi em 2010, quando eles lançaram uma música “Marca Evidente”, que escutei pela primeira vez no rádio. Até então eu ainda não tinha internet em casa. Eu a escutei no rádio e foi paixão à primeira escuta, como eu sempre digo. Foi assim, eu escutei e já me apaixonei por eles.

Qual a maior loucura que você já fez pelos cantores?

Loucura é o que eu mais fiz por eles, viu? No dia 15 de agosto 2015, foi a primeira vez que eu consegui ir ao show deles, lá em Vianópolis. Nessa festa tinham dois seguranças: o segurança da festa em si e um segurança para as pessoas não chegarem onde os meninos estavam.

Na hora que começou o show, eu e uma amiga minha passamos duas músicas cantando na cabeça de um dos seguranças, o primeiro. Aí ele não aguentou mais a gente cantando e nos deixou entrar. Mas para conseguir conversar com outro segurança, tinha que ter algum contato, porque ele não deixava ninguém subir. A nossa sorte é que o prefeito da cidade onde eu já tinha morado, estava nessa festa.

Saímos gritando o nome dele até ele aparecer e conversar com o segurança para deixar a gente entrar, porque ele estava junto com a turma do prefeito da cidade de Vianópolis. Então, a gente entrou. Essa foi a primeira loucura que eu fiz, porque eu nunca tinha feito nada do tipo.

A maior vergonha, e a maior loucura que eu já fiz foi no dia 5 de setembro de 2019. Teve o show deles em Gameleira de Goiás, fiz meus pais me levarem. Lá, eles falaram que só ia entrar no camarim quem fosse do pessoal da prefeitura e quem subisse no palco para cantar. Eu não canto nada, eu morro de vergonha. Fui, subi no palco e cantei a música “Conselho”.

Eu nunca passei tanta vergonha na minha vida, foi um desespero, assim, louco, mas valeu a pena por poder me encontrar com eles.

Sua família e amigos te apoiam nessas aventuras de fã?

Recebo muito apoio dos meus pais. Sempre que está tocando uma música da dupla no rádio meus pais me ligam para poder escutar. Meus amigos sempre ficam fazendo graça. No caminho da faculdade tem a hora das “músicas para me agradar”, aí é só Israel & Rodolffo.

Em aniversário, eles sempre colocam uma música de Israel & Rodolffo quando vão postar uma foto comigo. Quando tem show em algum lugar por perto me mandam um cartaz. Então, todo mundo me apoia bastante. Mas igual meus pais eu nunca vi nada igual. Pode ser onde for, se eu pedir, eles me levam.

Para você, o que difere Israel & Rodolffo de outras duplas sertanejas?

Em minha opinião, o que mais difere ele dos outros artistas é a forma que eles nos tratam.Todas às vezes que eu entrei no camarim, eu fui tão bem recebida. Todas às vezes o Israel e o Rodolfo brincam com a gente, fazem graça. Quando eu estou com a camiseta que eu mandei fazer, uma camiseta com as fotos que eu tenho deles, a cara que eles fazem, a felicidade deles é fora do comum. É fora do comum o tanto que eles são bons, o tanto que eles tratam a gente bem.

Qual música deles tem mais significado para você? Por quê?

A música deles que mais me marcou é “Nosso Amor se Eternizando”. Essa música para mim é uma das músicas mais bem-feitas até hoje. A letra dela é impecável, eles são impecáveis. Essa música para mim é tudo. Essa música me desperta tantos sentimentos que eu não sei nem explicar. Na minha mãe também. Essa é disparada a música deles preferida dela também. Essa música é incrível.

Como está sendo acompanhar o Rodolffo no BBB21? Você acha que a participação dele será importante para a carreira da dupla?

Eu estou radiante de vê-lo lá, todos os dias. Está sendo difícil quando a gente tem que fazer votação, porque eu estou no final da faculdade e, com a pandemia, as matérias acumularam. Mas a gente dá um jeito, fica uma semana sem dormir, mas a gente consegue.

Temos grupos de WhatsApp para fazer mutirão e está sendo incrível ver o tanto que ele está crescendo e a dupla também. Eles têm uma carreira tão bonita, tão linda, e eles merecem demais. Se Deus quiser eles vão crescer ainda mais e mais.

Confira também: “Sete mares” – a música que marcou a vida da fã de Matheus & Kauan

Com quem você gostaria que o Rodolffo fizesse par romântico no BBB21?

Apesar de achar que ele não vai se envolver com ninguém, acho que ele daria certo com a Sarah. Porque ele mesmo já disse que quando ele for se envolver com alguém ele quer realmente assumir aquilo. Então, acho que por estar em um reality show, tenho minhas dúvidas. Acho que ele não vai querer assumir ninguém.

Como surgiu o FcBebequepassa_IeR?

Foi engraçado. Eu tinha acabado de mandar mensagem para a minha prima falando que eu queria fazer um fã-clube e ela tinha me mandado a mesma mensagem, a gente mandou no mesmo tempo. Foi muito interessante isso. Até o momento, a gente tinha escolhido o nome “Eternizando Israel & Rodolffo”, até pela música “Nosso Amor se Eternizando”, que nós gostamos muito.

A gente acabou entrando em contato com a Nany, que é uma das fãs mais antigas – a gente tem até grupo no WhatsApp com ela – e ela nos ajudou encontrar um nome com a música que na época era atual,  porque ela me falou que era melhor para o fã-clube subir. Depois de muita conversa, a gente decidiu colocar “Bebe que Passa”, que é da música “Conselho”. O fã-clube é meu e da minha prima Letícia.

@fcbebequepassa_ier

Existem vários fã-clubes de cada cantor. Acha que vivem em harmonia ou tem uma certa concorrência no bom sentido?

A meu ver, vivemos em harmonia. Tanto que a gente segue outros fã-clubes de outros cantores, do Israel & Rodolffo também, e eles nos seguem de volta, ajudam a divulgar. Somos uma família mesmo. É um ajudando o outro, principalmente  quem é do fã-clube do mesmo cantor. Não tem um vídeo? Manda lá, os outros postam também. É sempre um ajudando o outro.

Qual a melhor parte em ser fã de Israel & Rodolffo?

A melhor parte, além deles, claro, são as amizades que estamos fazendo. Temos um grupo com os fãs mais antigos. Quando alguém não está bem, a gente vai, ajuda o outro, dá conselho. Conversamos sobre tudo, somos amigos. Desse grupo eu conheço (pessoalmente) somente a minha prima, o restante eu nunca vi na minha vida. Mas a gente faz ligação por vídeo, somos uma família mesmo.

É uma amizade que eu não sei nem explicar. Acaba que algumas pessoas desse grupo que são mais presentes, estão comigo todos os dias, coisa que nem meus amigos que eu conheço (pessoalmente) não fazem. Quando acontece alguma coisa, elas estão lá para me ajudar.

Claro que sou apaixonada por eles, tudo que eles já fizeram é incrível. Mas a parte de ter essa família é muito boa. A gente não se conhece pessoalmente, mas estamos marcando para se conhecer no fim do ano, se a pandemia, se Deus quiser, dar uma acalmada.

COMPARTILHE

2 thoughts on “Israel & Rodolffo é a trilha sonora das loucuras de uma fã

  1. Ahhhh que lindaa! Citou meu nome😍😍😍 eu não troco essas minhas pupilas, “minhas bastianas” por nada nem ninguém nessa vida. Eu amo tanto vocês e essa família IeR que vem crescendo a cada dia. É um imenso privilégio ser ADM e AMIGA de vocês viu… OBG 🙏🏻😍 por fazerem parte de todos os momentos da minha vida ❤😍🙏🏼

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.