Entrevistas

[EXCLUSIVO] Matheus Gabriel reflete sobre nova fase da carreira e as danças virais do sertanejo: “O TikTok é a oportunidade do século”

Cantor conversou com exclusividade com o Festanejo a respeito da nova música “Beijo Vagabundo” e deu uma prévia de seus próximos lançamentos

Depois de muita expectativa, Matheus Gabriel está com novidades. O cantor lançou a faixa “Beijo Vagabundo”, sua nova aposta no mercado musical.

Este é o primeiro lançamento do sertanejo desde a sua estreia com o projeto “Respira”, onde as faixas trouxeram a mistura do sertanejo com outros ritmos, entre eles pagode, reggae, pop e eletrônico.

O single ganhou um clipe, filmado na Casa Morumbi, em São Paulo, e já está disponível no canal de YouTube do artista. No vídeo acompanhamos Matheus tentando reconquistar a ex-namorada, mas sem sucesso. Após tantas tentativas, o cantor decide invadir a casa da amada e dar uma festa.

A produção contou com a direção de Mateus Rigola, profissional que já registrou trabalhos de grandes nomes como Gusttavo Lima, Zé Felipe, Mc Kevinho e Péricles.

Ao anunciar o lançamento da canção aos fãs, Matheus Gabriel afirmou que a faixa é uma virada de chave em sua carreira. Em entrevista exclusiva ao Festanejo, o músico explica a importância de “Beijo Vagabundo”, conversa sobre a sua visão de mercado a respeito das dancinhas virais nas redes sociais e dá um spoiler do seu próximo lançamento.

Como a música “Beijo Vagabundo” surgiu? A faixa foi inspirada em algum caso amoroso real que você passou?

“Beijo Vagabundo” não é uma composição minha, por mais que eu seja compositor. Eu até brinco porque eu estava com uma dificuldade muito grande de escrever essa música que seria o primeiro lançamento após o meu DVD “Respira”, tanto que eu acho que esse foi um dos motivos pelo qual a gente demorou tanto pra lançar outro projeto.

Fiquei quase oito meses sem lançar música e o pessoal da minha equipe já estava querendo me matar e eu falei ‘não, calma que a gente vai achar uma música’. Agora a gente entrou em um ciclo que não vai demorar mais. Provavelmente daqui dois a três meses a gente lança a próxima música, que já está pronta, inclusive.

Mas “Beijo Vagabundo” surgiu de uma pescaria que eu fui – inclusive, com Henrique & Juliano -, no Rio Araguaia. Eu estava no barco com o Marcelo Henrique, o Marcelinho, que é compositor de um monte de sucesso, como “Gaiola” do Henrique & Juliano, “Baixinha”, do Matheus & Kauan, “Só de Sacanagem”, de Israel & Rodolffo, um montão de música de sucesso.

Eu falei para ele a minha situação, que eu estava buscando uma música, e ele começou a me mostrar “Beijo Vagabundo”. Foi amor à primeira vista. Na hora que ele colocou a música na caixinha de som, dentro do barco, no meio Araguaia, eu falei ‘cara, essa música é minha’. Gravei ela e aí comecei a produzir e foi acontecendo.

Confira também: [EXCLUSIVO] Gah Bernardes participa do primeiro DVD do grupo Resenha A+: “A gente tá junto nessa faz muito tempo”

Nas redes sociais você definiu essa canção como uma “virada de chave”. Por quê?

Porque eu decidi fazer aquilo que eu realmente gosto. As pessoas falam ‘ah, você fez a música pensando em modinha do TikTok’, não é isso. Quem me conhece pessoalmente sabe como eu sou uma pessoa extrovertida, sempre fui de brincadeiras, sempre gostei de música com mais elementos eletrônicos, e eu acho que tem muito do Matheus Gabriel nisso.

Por mais que eu seja um cara romântico, que eu ame música romântica, eu acho que também existe esse lado meu mais extrovertido, mais alegre, e eu pensei para esse período pós-Covid em levar mais alegria para as pessoas. Por isso que é uma virada de chave. A partir de agora eu vou fazer aquilo que deixa as pessoas mais felizes.

O videoclipe possui uma superprodução e nas imagens você parece se divertir bastante. Como foram as filmagens?

O videoclipe a gente gravou em São Paulo com o Mateus Rigola, um profissional incrível, renomado na música, um dos melhores videomakers do Brasil. E assim, tem muito do Matheus Gabriel nesse videoclipe porque eu que passei a ideia, e aí o pessoal fez o roteiro. No dia [da gravação] eu e Rigola super se entendeu, inventou vários takes novos ali na hora, foi uma vibe muito massa.

Confira também: [EXCLUSIVO] Henrique & Diego e o trio Make U Sweat lançam a festa “Zuar e Beber”: “Quase um ‘carnaval sertanejo’”

No videoclipe conhecemos um pouco de um outro lado do Matheus Gabriel, como ator. Você já pensou em investir na atuação?

Então, o pessoal fala mesmo desse meu lado de ator, sempre me falam ‘você tem que ser ator também cara’. Mas é algo que eu não penso, realmente não penso mesmo. Sou muito focado na minha carreira como cantor, tenho a visão da onde eu quero chegar.

Porém, se aparecer uma participação em uma novela das nove, igual o Gusttavo Lima e o Luan Santana já fizeram, uma participação como o cantor Matheus Gabriel, eu vou super topar.

A canção também ganhou uma coreografia inspirada nos famosos passinhos do TikTok. Como você enxerga essa onda de coreografias virais no mundo sertanejo?

Então, a gente lançou “Beijo Vagabundo” e estamos deixando ela de forma orgânica, a gente não fez nenhum trabalho no TikTok. A gente colocou na mão de Deus, essa é a maior verdade. Graças a Deus ela já está com números expressivos, mais de 100 mil plays no Spotify com uma semana de lançamento, e está batendo quase 300 mil no YouTube. Isso são números incríveis para a gente.

A partir da semana que vem a gente vai dar um ‘start’ no TikTok, porque eu acho que o TikTok não é uma modinha, é a oportunidade do século. Olha só o tanto de pessoas que estouraram no TikTok. Temos o exemplo do Luva de Pedreiro, que era um menino que veio de baixo e hoje é um dos maiores influenciadores do Brasil, inclusive do mundo, foi para Marrocos e está estourado lá.

As pessoas ficam muito limitadas e eu acho que não é isso não cara, acho que é oportunidade. Se você tem uma ferramenta que pode te alavancar, por que você não vai usar ela? Você tem o ‘Zap’ porque você não vai ‘trucar’? Essa é a pergunta que eu faço. Isso é para quem joga truco, hein!

Após “Beijo Vagabundo”, quais são os próximos passos da carreira de Matheus Gabriel? Pode nos adiantar alguma novidade?

Após “Beijo Vagabundo” tá vindo aí a música nova que se chama “Baixinha Foguenta”. É só isso que eu posso falar. Tamo junto!

COMPARTILHE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.